Dirofilariose

O que é a Dirofilariose?

A Dirofilariose é uma doença séria e potencialmente fatal provocada por um parasita chamado Dirofilaria immitis. Este parasita habita a artéria e a veia pulmonar, assim como o lado direito do coração dos seus hospedeiros, principalmente os cães e raramente os gatos.

Coração de um cão com dirofilariose

  Como se transmite?

A Dirofilariose é transmitida por mosquitos infectados com larvas do parasita. A taxa de infecção no caso de um mosquito infectado picar um cão é de virtualmente 100%. O parasita para infectar um novo animal está completamente dependente de uma passagem por um período mínimo de 14 dias no interior do mosquito. Assim o período de transmissão da Dirofilariose corresponde ao período de maior existência de mosquitos, ou seja, na Primavera e no Verão.

adaptado "Bayer Portugal"
adaptado “Bayer Portugal”

Como impedir a transmissão?

Embora o tratamento desta doença tenha altas taxas de sucesso, a prevenção é muito mais segura e económica. Existe uma grande variedade de produtos que permitem uma protecção de 99,9% desde que correctamente utilizados. O proprietário pode utilizar comprimidos mensais, pipetas antiparasitárias mensais, ou ,mais recentemente, uma injecção anual. A prevenção deverá ser iniciada idealmente em Março/Abril, para que quando a época de transmissão chegue o animal tenha níveis de medicamento circulantes adequados.

Quais são as condições necessárias para iniciar a prevenção?

  • Todos os animais que tenham realizado anteriormente o teste de detecção sanguíneo da dirofilariose e tenham sido NEGATIVOS, desde que não tenham interrompido a prevenção até á data.

  • Todos os cachorros nascidos fora da época de maior risco de transmissão da doença, ou seja, a partir de Outubro de 2008.

  • Os animais que nunca tenham sido testados ou que tenham interrompido o esquema de prevenção devem realizar uma nova análise

Que sintomas pode apresentar o meu cão?

 A dirofilaria por se localizar no coração e nos grandes vasos pode provocar lesões no coração, pulmões, fígado e rins. Embora em casos raros possa ter um início súbito, geralmente o animal afectado passa por uma fase de sintomas quase indetectáveis. A gravidade dos sintomas está relacionada com o número de parasitas existentes no animal assim como pelo tamanho do próprio animal.

Sintomas associados á Dirofilariose Canina
Doença Recente Sem sintomas visíveis
Doença Suave Tosse
Doença Moderada Tosse, Intolerância ao exercício, sons pulmonares anormais
Doença Severa

Tosse, Intolerância ao exercício, dificuldade respiratória, sons pulmonares anormais, aumento do tamanho do fígado, desmaios, acumulação de liquido no abdómen, sons cardíacos anormais e Morte.

O corpo clínico da C.V.A.M recomenda aos seus clientes:

Devido a um aumento exponencial de casos registados na região Minhota no Verão de 2008 e tratando-se de uma doença potencialmente fatal com um tratamento arriscado e de altos custos recomendamos a todos os nossos clientes que procedam á prevenção através de qualquer um dos métodos mencionados. A utilização do injectável por esta forma de prevenção ser anual, e por isso mais prática, económica e menos sujeita a esquecimentos é neste momento a nossa recomendação.

Estamos disponíveis para qualquer esclarecimento adicional através dos números 258 847 181 e ainda pelo numero 960 339 136.

Para os nossos clientes com acesso á Internet e conhecimentos na língua Inglesa recomendamos o site http://www.heartwormsociety.org/CanineHeartwormInfo.htmda sociedade americana da dirofilariose.

One thought on “Dirofilariose

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s